Anuncie seus apps conosco

Aplicativos patrocinadores


Autor: Mauricio Junior
Publicado em: 8/23/2015 12:33:31 AM

Atualização de software

Atualização de software e aplicativo - tendência e realidade

Olá Caro(a) Leitor(a), hoje eu vou falar um pouco sobre atualização de software e aplicativo. É tendência ou realidade? Fica lento ou rápido?
Na verdade, são muitos pontos a serem abordados e são muitos dados a serem analisados. Eu vou tentar resumir um pouco para passar o que é realmente destaque no meu ponto de vista.
 
Eu lembro que antigamente o software era atualizado de ano em ano, ou de dois em dois anos.
 
O sistema operacional, o software mais pesado, era atualizado nas empresas depois de muitos anos. Só que a cada versão nova o sistema ficava mais pesado e os processadores que já eram rápidos precisam ser mais rápidos para aguentar o novo software. Não só o processador, era necessário também aumentar a memória e muitas vezes (não muitas) o HD (disco rígido). Eu cansei de ver pessoas atualizarem suas máquinas e ao mesmo tempo sentir que ficou mais pesada, inclusive muitos começaram a falar da tal “obsolescência programada”. É uma teoria que surgiu no mundo capitalista para fazer com que as pessoas consumam cada vez mais sem a necessidade, fazendo muitas vezes a pessoa trocar de computador depois de uma atualização de software onde o mesmo ficou pesado para executar as mesmas tarefas que fazia anteriormente. Existem vários artigos na Internet falando sobre o assunto, eu escolhi um para passar para vocês, veja o link abaixo:
http://domhelder.edu.br/revista/index.php/veredas/article/view/252/214
 
Depois dessa teoria, comecei a prestar mais atenção no software ou aplicativo que atualizo mas o que eu estou percebendo é que um ou outro tem ficado mais leve e mais rápido. Um exemplo que posso passar é o Windows 10. Ele está muito mais rápido e otimizado do que a versão anterior Windows 8.1. A plataforma Office da Microsoft está muito mais rápida do que as versões anteriormente, instalando no mesmo computador “teoricamente” antigo. Para testar, eu peguei um computador inferior, isto é, com memória e processador inferiores, para instalar o Windows 10 e ficou muito bom. Peguei outra máquina inferior chamada Macbook e instalei o sistema operacional OsX El Capitan da Apple e ficou muito rápido. Nada deixou de funcionar e executar com a velocidade anterior.
 
A minha teoria é que os softwares e aplicativos estão aproveitando melhor os processadores e memórias já existentes. Ao invés de precisar de mais processador, ele aproveita aquele processamento que já terminou ou que está livre. Os softwares em geral estão aprendendo a utilizar os recursos da máquina de uma melhor forma e isso pode ser levado a um tablet, notebook ou desktop. A minha dica pra você é: faça alguns testes com esses novos sistemas operacionais e verifique a performance.
 
Veja que o navegador Google Chrome classificado por alguns como o mais rápido, nasceu na necessidade de ter tudo na Web de forma mais rápida e simples, isto é, não precisa ter tudo no pc, deixe tudo na web, para facilitar a vida do usuário nos cliques. Surgiu então o notebook do Google chamado ChromeBook (http://www.google.com/chromebook/). Continuando a falar de navegador, a Microsoft agora lança um browser mais rápido chamado Edge, que promete ser mais rápido para buscar, simples de utilizar, fácil de ler artigos e entrar em sites (http://www.microsoft.com/en-us/windows/microsoft-edge).
 
Depois de toda essa análise, note que é tendência, o software ou aplicativo ficar mais rápido em aparelhos antigos. Como tudo tem se transformado em serviço, as grandes empresas precisam que o software funcione em todo lugar e com muita fluidez; e assim o serviço oferecido pode ser utilizado. Hoje em dia o software atualizado é sinônimo de software seguro ou preparado para enfrentar e não ser atingido por pragas da Internet. Procure ler e entender o que está sendo alterado em relação a atualização, isso porque muitos não gostam de ler e sai marcando que aceita.
 
Bom, eu fico por aqui e espero que tenha gostado de ter lido o artigo. Qualquer dúvida pode entrar em contato pelo site pessoal www.mauriciojunior.org
 

Anuncie seus apps conosco